sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Lindo!!!






Família e prato difícil de preparar. São muitos ingredientes. Reunir todos e um problema, especialmente no Natal ou Reveillon. Pouco importa a qualidade da panela, reunir uma família exige muita coragem, devoção e paciência, não e para qualquer um.Os truques, os segredos, o imprevisivel. As vezes da ate vontade de desistir.
O pior e que tem gente que acredita na receita de família perfeita. Bobagem. Pura ilusão. Não existe família a Oswaldo Aranha, família a Rossine, família a Belle Mueniere, família ao Molho Pardo, em que o sangue e fundamental para o preparo da iguaria. Família e afinidade. E a moda da casa. E cada casa gosta de preparar família a seu jeito.

Há famílias doces.Outras meio amargas, Outras apimentadissimas. Há também as que não tem gosto de nada, seriam assim um tipo família dieta, que você só suporta para manter a linha. Seja como for, família e um prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo. Uma família fria e insuportável, impossível de se engolir.
Enfim, receita de família, não se copia, se inventa. A gente vai aprendendo aos poucos improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia. A gente pega um registro ali de alguém que sabe e conta, e outro aqui que ficou no pedaço de papel. Muita coisa se perde na lembrança. O que esta cozinheira pode dizer e que, por mais sem graça, por pior que seja o paladar, família e um prato que você tem que experimentar e comer. Se puder saborear saboreie. Não ligue para etiquetas, passe o pão naquele molhinho que ficou na porcelana, alumínio ou no barro. Família e prato que quando se acaba, nunca mais se repete.
Aproveite a sua ao máximo!!
Não disperdisse nada. No dia seguinte você pode pensar: "Nossa!!! Estava tão bom!!! Porque não curti mais... "

Um comentário:

Katinha disse...

Adorei o texto!!
Um ótimo 2011!!

Beijinhos

Katinha